Counter Strike tem seu mapa mais famoso removido, ou melhor, substituído!

O mais popular mapa de Counter Strike: Global Offensive será removido, ou melhor, substituído pela Valve. “Dust2”, uma versão remodelada do antigo “Dust”, mapa presente nos primeiros jogos da franquia e talvez um dos favoritos, deixará de ser um dos mais usados nos campeonatos do game. Será possível jogar no mapa somente nos modos Deathmatch e convencional.

“Dust2” se tornou um dos favoritos devido a um misto de modalidades de combate possíveis dentro do mapa. Os jogadores de diferentes habilidades podem competir com total tranquilidade no mapa, seja de longa ou média distância. Até mesmo os famosos “campers” tem espaço privilegiado no mapa, permitindo alvejar seus inimigos sem serem vistos ou aguardando o melhor momento oportunista para atacar. O mapa é ambientado em uma espécie de cidade do Oriente Médio, com caixas, fumaça, veículos destruídos e ruínas, tudo para criar uma atmosfera mais realista. Além disso, o mapa faz jus ao jogo, incorporando o conflito de forças especiais contra uma resistência terrorista, pronta para explodir uma bomba.

O sucesso do mapa foi inesperado, até mesmo para o seu criador, David Johnston. O designer não esperava que os jogadores fossem aceitar tão bem “Dust2”, até pelo fato de não ter conseguido concluir como gostaria. O mapa precisou ter “peças” subtraídas para que o tamanho total do arquivo fosse aceito pela ferramenta de criação do jogo. O que parece que foi precisamente calculado no jogo, saiu do acaso e hoje é um grande sucesso.

Para substituir “Dust2”, a Valve incluiu o mapa “Inferno” na lista Active Duty, para integrar o grupo de mapas selecionados pela empresa como mas adequados para campeonatos e combates oficiais. Ainda assim, o popular mapa ainda será jogável nos modos Deathmatch e modo convencional.

Não houve nenhuma justificativa da Valve para a retirada do mapa da lista de cenários oficiais do “CS:GO”, que deixará muitos jogadores insatisfeitos com a mudança.