PS5: tudo o que sabemos sobre a nova geração do PlayStation

Novo console da Sony contará com aproximadamente 8 TFLOPs e drive SSD

Controle PS4 - 2019 (Sony PlayStation/ Reprodução)

Confirmado pela Sony no início deste ano, o PS5 (nome não oficial) enfim se torna uma realidade próxima. A quinta geração do console teve seus primeiros detalhes anunciados pela companhia em abril, confirmando alguns rumores.

O nome do console ainda não foi confirmado pela Sony mas é esperado que ele siga a tradição da família PlayStation.

Fora da E3 2019

A Sony contra todas expectativas, ficou de fora na E3 desde ano. Com isso a empresa deixou um suspense no ar a respeito do seu próximo console. Era aguardado que a empresa apresentasse algumas informações no evento mas isso não aconteceu.

Data de lançamento do PS5

A Sony não revelou explicitamente a data de lançamento do próximo PlayStation. Contudo, sua data fica no imaginário dos fãs e por conta de especulações. Entretanto, de acordo com um anúncio feito por executivos da Sony em abril, os mesmos informaram que O PS5 não chegaria antes de 12 meses. Sendo assim, é mais provável que o console chegue às prateleiras para o natal de 2020. Especialmente porque a empresa costuma tradicionalmente lançar seus consoles próximo do natal — época essa em que as vendas são melhores.

Como a Sony ainda não disse mais nada a respeito do sistema desde o primeiro anúncio, é plausível que seja lançado há daqui um ano. Sobretudo porque não há nenhuma informação sobre qualquer jogo sendo desenvolvido para o aparelho, o que reforça essa hipótese.

Analisando um pouco mais afundo, é de se esperar que tanto a Sony como a Concorrente lancem seus consoles em datas próximas. Especialmente perto do natal. É de se esperar que o “Scarlett” da Microsoft seja lançado para o natal de 2020 também. Sobretudo porque tal evento já aconteceu anteriormente, como a exemplo dos lançamentos dos consoles da geração atual, que aconteceu em novembro de 2013.

Especificações do hardware do PS5

A Sony ainda não forneceu as especificações de hardware para o seu futuro console. Entretanto, o que é sabido é que o PS5 será equipado com a tecnologia da AMD, assim como o Scarlett, da Microsoft. É provável que eles venham com o CPU octa-core de terceira geração da AMD: o Ryzen. Estes processadores possuem a nova arquitetura 7nm Zen 2. Em termos de processamento, o novo console será quase 5x mais potente que o atual PS4 Pro.

Baseado na arquitetura do novo console e pelo seu possível suporte a 8k, o seu clock poderá ser algo em torno de 3.5Ghz. No entanto, podemos esperar um clock um pouco menor, devido a problemas de arrefecimento causado pelo espaço limitado da box do console.

GPU da AMD

Em se tratando em GPU será outro salto gigantesco em comparação com a geração atual. Isso porque o PS5 virá potencialmente equipado com uma versão personalizada da nova AMD RX 5700. Esta GPU é uma versão mais “light” em relação a outra mais potente, a “XT“. Anunciada durante a conferência da AMD na E3, as informações anunciadas para a GPU (RX5700) é de que ela contará com 8GDDR6 de VRAM, 36 Compute Units e pasmem, 7,95 TFLOPS. É provável que por ser uma versão personalizada, algo que acontecerá tanto para a Sony como para a sua concorrente, a Microsoft, é de que as GPUs sejam mais potentes ainda. Sobretudo com um TFLOPs ainda maior.

O último PlayStation lançado, o PS4 Pro, conta com 4.2 TFLOPs, já capaz de rodar jogos e vídeos em 4k. Com a poderosa GPU do novo PS5, a Sony quebrará fronteiras, chegando ao suporte dos incríveis 8k. Não foi divulgado ainda se a GPU do PS5 suportará recursos de “Ray Tracing“, que já é uma realidade pioneira das novas placas da Nvidia. Estes recursos permitem o calculo e a exibição de sombras e luzes mais realistas, obedecendo condições mais reais de espaço e profundidade. Além disso, a Sony promete que além do 8k, seu novo console será rapaz de rodar os jogos em taxas de quadros de até 120 Hz.

Áudio do PS5

O áudio do PS5 será equipado com uma placa de som de áudio 3D Surround. Isso significa que o console será capaz de entregar uma experiência mais imersiva nos seus jogos. Especialmente fazendo uso de tecnologias de som como Dolby Atmos e DTS:X.

O próximo console da empresa ainda virá com drive de disco, para quem ainda deseja instalar jogos de mídia física. Contudo, uma novidade bastante promissora da Sony para o PS5, é que o aparelho virá com drive SSD. Isso mesmo! No lugar dos lentos e ultrapassados disco rígidos (HDs), o novo console virá com drives de estado sólido. Esta melhoria representará um grande salto tecnológico para os videogames, com loadings muito mais rápidos, sem contar instalação e a própria renderização dos gráficos in-game.

Retrocompatibilidade

Uma boa notícia aos fãs do PlayStation é que sim, o novo console será retro compatível com os jogos do PS4. Isso porque a arquitetura do PS5 é parcialmente baseada na geração anterior, possibilitando assim a retrocompatibilidade dos jogos. Isso é mais do que justo, já que na geração atual os jogos do PS3 não são compatíveis. Na época do lançamento do PlayStation 4, o maior problema foi a ausência de títulos para a plataforma. Especificamente pela impossibilidade de rodar os jogos da edição anterior.

A Sony ainda não deu detalhes quanto ao funcionamento retrocompatibilidade do PS5 ou se haverá limitação de jogos compatíveis com a nova plataforma. Isso tudo ainda é um mistério do qual esperamos mais novidades.

Jogos nas Nuvens

Em uma entrevista com a Wired, a Sony não revelou nada a respeito de jogos nas nuvens mas enfatizou dizendo que “somos pioneiros em jogos em nuvens e com isso a nossa visão se tornará clara quando estivermos próximo do lançamento.”

Como a Sony não revelou nada sobre essa tecnologia, diferente do Google, que surpreendeu o público com Stadia, durante a E3. Este console será fundamentalmente nas nuvens e todos os jogos poderão ser jogados somente com uma conexão com a internet. Sobretudo sem a necessidade de um hardware para games. A Microsoft também anunciou que o seu novo console (Scarlett) também contará com tecnologia em nuvens, o “Project xCloud“, para competir com a concorrência.

A Sony já oferece um serviço de Streaming de jogos por aluguel para o mercado norte-americano e europeu mas aqui para o Brasil isso ainda é uma realidade distante. Decerto pelas limitações das nossas conexões e recorrentes problemas de quedas e indisponibilidade.

O serviço de Streaming de games da Sony é o PlayStation Now e conta com títulos do PlayStation 2, PS3 e PS4. Outra gigante no mercado que aposta na tecnologia em nuvem é a Nvidia, com o seu “Nvidia Shield TV“, baseado na tecnologia Android. Os jogos desse dispositivo roda inteiramente nas nuvens, dependendo apenas da conexão com a internet (e do próprio aparelho).

Quanto custará o PS5 no seu lançamento?

É possível que a Sony apenas revele o preço do PS5 somente quando estiver próximo do seu lançamento oficial. Isso porque as produtoras de hardware jamais revelam seus preços muito antes da data do lançamento.

Todavia para evitar manobras da concorrência e estratégias de marketing predatórias. Como o console será lançado potencialmente só lá em 2020, é esperado que o preço seja revelado somente alguns poucos meses antes.

Quem sabe até um mês antes do seu lançamento. Qualquer informação de preço antes da data de lançamento, que ainda não foi pontualmente revelada, não passará de mera especulação.

Entretanto, baseado na arquitetura e no hardware que comporá o PS5, podemos esperar um preço bem salgado para o novo console. É possível que, no seu lançamento a plataforma esteja próximo ou até ultrapasse os US$699. Em reais, se calcularmos com o cambio de hoje, o console custaria em torno de R$ 3383. É claro que esse preço não seria oferecido pelas lojas no Brasil.

Certamente, é bem plausível que o PS5 ultrapasse os R$ 5000 no varejo nacional. Lembrando que isso é apenas especulação. Principalmente baseado no hardware que possivelmente virá no novo console. Igualmente também pelos preços praticados nos lançamentos das gerações anteriores.

Com hardwares similares, podemos prever que tanto o novo console da Microsoft como o da Sony custarão a mesma quantia. Seus diferenciais provavelmente estarão na experiência que cada um oferecerá aos seus fãs.

Jogos

Até o momento, nenhuma desenvolvedora de jogos e tão pouco a Sony anunciou qualquer título para o novo console. No entanto não é difícil imaginarmos quais títulos estarão por vir na nova plataforma. Podemos pressupor que jogos como o Grand Theft Auto 6 (já em desenvolvimento), Death Stranding (de Hideo Kojima) e Shenmue 3 poderão ser presença no PS5. Juntamente, podemos aguardar versões remasterizadas de The Last of Us: Part 2 e Ghost of Tsushima para a próxima geração. Há quem acredite que o GTA 6 será lançado primeiramente para o PS4 e depois remasterizado para o PS5. Certamente como aconteceu com o jogo antecessor (GTA 5).

Por enquanto é tudo o que sabemos sobre o futuro videogame da Sony: O PlayStation 5. A expectativa é de que vejamos o console nas prateleiras até o natal de 2020.